• 15 99141.6999 • 15 3238.1151
  • imprensa@periclesregis.com.br

A CPI dos transportes parou?

A CPI dos transportes parou?

Ontem quando dei minha opinião comentando que não concordo com o reajuste dos ônibus e criticando a qualidade do transporte oferecido por Sorocaba, muita gente perguntou se havia acabado a CPI dos transportes, criada por vereadores para apurar porque o transporte público em Sorocaba é mais caro que em outras cidades do mesmo porte. Algumas pessoas, talvez agindo sob o efeito da indignação causada pelo novo reajuste, decretaram em comentários que a CPI havia acabado em pizza e outras, aí visando unicamente disseminar o ódio, escreveram que os vereadores da CPI estavam “comprados” para que não descobrissem nada.
Preciso dizer que a CPI foi criada por vereadores dias depois destes próprios vereadores conseguirem negociar o fim da greve dos motoristas ocorrida no ano passado e que foi a maior paralisação da história do transporte em Sorocaba. Os vereadores da CPI têm um único foco: analisar e descobrir porque a tarifa na cidade é tão cara, mesmo com a Prefeitura tendo de injetar milhões todos os anos no transporte público.
O sistema de ônibus em Sorocaba teve uma mesma administração por quase 20 anos. Existe uma infinidade de documentos, balanços de gastos e contratos que precisam ser olhados sob uma lupa para identificarmos se houve falha de gestão ou até mesmo desvios. Para vocês, parece uma missão fácil de se fazer? Parece algo rápido? Se administrando nossa casa às vezes entramos no vermelho e temos dificuldade em identificar onde estamos gastando demais, imagina com as contas de um sistema de transporte de uma cidade de 700 mil habitantes.
Peço paciência, e aviso que a CPI segue trabalhando para identificar falhas, apontar problemas e até fraudes sem nenhum rabo preso. Porém leva tempo, tempo este que muitas vezes é maior que os anseios da população. Prometo continuar sendo transparente durante o prosseguimento da CPI.
Atualmente, estamos recorrendo a uma consultoria externa contratada pela Câmara, isenta e com credibilidade, para ajudar a comissão a analisar todos os documentos já fornecidos pela Prefeitura. Não somos vereadores. Estamos vereadores. É um cargo que nos foi concedido por vontade da população. E temos as mais variadas formações profissionais adquiridas antes dos nossos mandatos. Alguns conhecimentos podem ser buscados depois de eleitos, outros porém, mais técnicos, não se adquire de uma hora para outra e precisamos pedir ajuda para fazermos tudo da forma correta. O trabalho que nos propusemos a fazer é sério. Só continuamos precisando de confiança.
cpi

Comentários

Comentários

Assessoria Péricles Régis