• 15 99141.6999 • 15 3238.1151
  • imprensa@periclesregis.com.br

Destinação do prédio do “Fórum Velho” é tema de questionamentos de Péricles Régis

Destinação do prédio do “Fórum Velho” é tema de questionamentos de Péricles Régis

PERICLES_REGIS (12)

Requerimento de autoria do vereador Péricles Régis, aprovado nesta semana pela Câmara Municipal de Sorocaba, questiona a Prefeitura para saber a destinação pretendida para o prédio localizado na Praça Frei Baraúna, conhecido como “Fórum Velho”, que abrigava a Oficina Cultural “Grande Otelo”. “Desde 2013, uma reforma foi prometida pelo Governo do Estado, e não saiu. Agora ele já é de responsabilidade da Prefeitura, e queremos saber o que se pretende fazer por lá”, diz o vereador.

O prédio foi construído em 1940 para abrigar o Fórum da Comarca. Décadas depois passou a ser sede da Oficina Cultural “Grande Otelo”, administrada pela Secretaria Estadual de Cultura. Em 2012, foi tombado pelo Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico de Sorocaba (CMDP). Dois anos depois, o espaço foi desocupado para o início de um restauro que tinha sido anunciado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), com valor estimado de R$ 1,7 milhão de reais. Porém, a obra não saiu do papel, e o local ficou abandonado, sendo deteriorado e se tornou abrigo para moradores de rua. No início do ano, a atual gestão da Prefeitura conseguiu que o Estado cedesse o prédio para o Município, e prometeu uma grande faxina para definir em seguida uma nova função para a edificação.

Para o vereador Péricles Régis, depois de tantos anos de funcionamento da Oficina Cultural, fica evidente que o espaço está vocacionado para acolher ações culturais da cidade. “Os artistas de Sorocaba se identificam com este prédio. Lá, muitas iniciativas foram concretizadas e contribuíram de forma importante para o cenário efervescente de produção cultural local”, afirma Péricles.

O documento busca respostas sobre a natureza jurídica da cessão do espaço para o Município e sobre o prazo para esta tratativa. Além disso, o vereador pretende saber quais os reparos e restaurações necessários, o valor, e de onde virá a verba para isso, já que o Governo do Estado chegou a disponibilizar o recurso para este fim. O documento também questiona sobre o que se pretende fazer no prédio, se é de interesse cultural, inclusive sugerindo que o Projeto Guri possa ser abrigado lá. “O Guri é uma iniciativa que beneficia vários sorocabanos há anos, e atualmente está exercendo as atividades em um local precário. Nossa sugestão é que eles possam ocupar este espaço, até para melhorar e ampliar o atendimento”, finaliza Péricles.

Comentários

Comentários

Assessoria Péricles Régis